Laboratório Pop

Laboratório Pop volta em nova versão

10 set 2013 / Sem comentários / em Tecnologia

Em setembro de 2003 começava a ser gerido o Laboratório Pop, num quarto da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O portal seria lançado em dezembro daquele ano como uma espécie de laboratório para a criação da revista de mesmo nome. “Queríamos entender primeiro que linha editorial seguiríamos. Foi uma espécie de qualitativa online para a revista”, diz o jornalista Mario Marques, que em 2004 lançaria a versão impressa do portal. Na quarta roupagem do portal, agora com dinâmica de blog, o LP celebra 10 anos como um produto cultural da agência LabPop Content, criada em 2010 e cujo nome foi inspirado no site. “A LabPop Content não poderia deixar morrer o site que deu seu nome”, orgulha-se Marques. “O Laboratório Pop é um filho muito querido e não vamos deixá-lo morrer jamais”.

Entre 2003 e 2006 o Laboratório Pop cobriu festivais, promoveu eventos, lançou bandas, jogou olhar sobre novas tendências, criou novos jornalistas e fez parte de um pedaço cult da cultura pop. Meio devagar entre 2007 e 2008, voltou a respirar com a entrada do jornalista Luciano Vianna, que virou sócio de Marques, em 2009. “Foi o ano em que o Laboratório Pop voltou à ativa com força, dentro do portal da Record R7, e com uma pegada mais pop”, lembra Vianna.

A criação da agência em 2010, por Marques e Sérgio Pugliese, novamente pôs o Laboratório Pop no cantinho. Desde então Marques e Vianna pensam num formato adequado aos novos tempos. “Eu sou conectado demais na cultura pop, seja com a Ploc ou com a cultura indie. O Mario se desligou totalmente disso, está 100% concentrado na agência, em outros segmentos. Mas consegui convencê-lo a botar o Laboratório Pop à frente, dentro da LabPop Content”, diz Vianna.

Nesta terça-feira (11), o portal foi ao ar preparadinho para a cobertura do Rock in Rio 2013. “Corremos para isso”, diz Vianna. “E agora vamos voltar a cuidar do Laboratório Pop com o mesmo carinho do começo”, diz Vianna. “Vamos atrás de parceiros para botarmos a marca onde ela deveria estar”.

 

 

 

Não deixe de comentar!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Útimas de Tecnologia

Útimos posts