A forte influência da cultura africana na música brasileira. Esse é o tema do espetáculo “Africanidades e negritudes” que o músico Sérgio Santos apresentará no SESC Pompeia, no dia 10 de fevereiro, às 21h, com a participação especial de Maíra Manga (voz).

Nessa realidade e na singular riqueza que não se vê em outros locais do mundo, o compositor, cantor e violonista Sérgio Santos idealizou o repertório deste show. Autor, em parceria com o poeta Paulo César Pinheiro, de um dos trabalhos mais icônicos sobre essa temática, o premiado álbum “Áfrico” (2002), o compositor também dedicou seu álbum “Iô sô” (2007) ao congado, com composições inéditas. São estes dois trabalhos que formam a base do roteiro deste show, que traz também outras composições sobre o tema da negritude espalhadas por toda a discografia de Sérgio Santos. Para dividir o palco, um time de músicos excepcionais: André Mehmari (piano), Teco Cardoso (sopros), Rodolfo Stroeter (contrabaixo), Tutty Moreno (bateria) e Luiz Guello (percussão), além da participação especial da cantora Maíra Manga.

SERVIÇO:

Local: SESC Pompeia (teatro)

Data e horário: 10 de fevereiro, às 21 horas

Preços: R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia) e R$ 15 (credencial plena)

Venda on line: https://www.sescsp.org.br/programacao/sergio-santos/

Quer conhecer mais? Visite o Laboratório Pop. Siga nosso conteúdo no Instagram e no Twitter.