Laboratório Pop

Alice Furtado leva o Brasil à Quinzena de Cannes

23 abr 2019 / Sem comentários / em Cinema

“Sem seu sangue”, de Alice Furtado (Foto de @Felipe Quintelas)

Rodrigo Fonseca
Mais badalada de todas as seções paralelas à briga pela Palma de Ouro de Cannes, a Quinzena dos Realizadores anunciou seu pacote de longas-metragens para 2019, incluindo o Brasil, que entra representado pela diretora Alice Furtado e seu “Sem seu sangue”. Diretora do belo “Duelo antes da noite” (2011), Alice narra os conflitos da adolescente Silvia (Luiza Kosovsli), que encontra em Artur (Juan Paiva), um jovem hemofílico expulso de várias escolas, um analgésico para seu vazio existencial. Vale lembrar que o carioca Rodrigo Teixeira, da RT Features, é um dos produtores do esperado “The Lighthouse”, de Robert Eggers, com Robert Pattinson e Willem Dafoe. A Quinzaine Des Réalisateurs vai de 15 a 25 de novembro e terá o diretor John Carpenter como seu homenageado do ano, a ser contemplado com o troféu honorário Carroça de Ouro.

A lista de atrações:
“Alice et la mer”, de Nicolas Parisier (França)
“And then We danced”, de Levan Akin (Geórgia)
“The halt”, de Lav Diaz (Filipinas)
“Deerskin”, de Quentin Dupieux (França) Filme de abertura
“Dogs don’t wear pants”, de Jukka-Pekka Valkelpää (Finlândia)
“Canción sin nombre”, de Melina León (Peru)
“Ghost tropic”, de Bas Devos (Bélgica)
“Give me liberty”, de Kirill Mikhanovsky (EUA)
“First love”, de Takashi Miike (Japão)
“The Lighthouse”, de Robert Eggers (EUA)
“Lilian”, de Andreas Howath (Áustria)
“Oleg”, de Juris Kursietis (Letônia)
“On va tout péter”, de Lech Kowalski (França)
“The orphanage”, de Shahrbanoo Sadat (Dinamarca)
“Les particules”, de Blaise Harrison (Suíça)
“Por el dinero”, de Alejo Moguillanski (Argentina)
“Perdrix”, de Erwin Le Duc (França)
“Sem seu sangue”, de Alice Furtado (Brasil)
“Tlamess”, de Ala Edding Slim (Tunísia)
“To live to sing”, de Johnny Ma (China)
“Une vie facile”, de Rebecca Zlotowski (França)
“Wounds”, de Babak Anvari (EUA)
“Zombi child”, de Bertrand Bonello (França)
“Yves”, de Benôit Forgeard (França) Filme de encerramento
________________________________________________
Sessões especiais de
“Red 11”, de Robert Rodriguez (EUA)
“The Staggering”, de Luca Guadagnino (Itália)

Não deixe de comentar!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Útimas de Cinema

Útimos posts