Laboratório Pop

‘Auto de resistência’ abre na TV um debate sobre intolerância

15 ago 2019 / Sem comentários / em Cinema


Rodrigo Fonseca
Raras vezes o prêmio de Melhor Filme do É Tudo Verdade, a maior maratona documental das Américas, foi tão bem dado quanto em 2018, em que coroou a reflexão foucaultiana, acerca do abismo entre os verbos “vigiar” e “punir”, trazida por “Auto de Resistência”, um atestado de nossa insegurança pública, que entra no dia 23 para a grade do Canal Curta!. A exibição será às 22h. Numa reação ao atual estado de impunidades e inércias da política brasileira, o longa-metragem do casal Natasha Neri e Lula Carvalho está para os anos 2010 como “Wilsinho Galiléia” (1978), de João Batista de Andrade, esteve para a reta final da ditadura militar no país. Assim como o docudrama de João Batista – que denunciava a prática dos militares de promover a bestialização das periferias para legitimar a institucionalização do “Estado Fardado” -, o ensaio investigativo de Natasha e Lula expõe modos de se massacrar as massas como práticas de dominação. O cordeiro é o contribuinte pobre que sustenta a ave de rapina com impostos.
Com a ajuda de imagens raras (inclusive da vereadora assassinada Marielle Franco), muitas delas feitas de celular, o longa discute a morte de moradores de áreas mais pobres do Rio de Janeiro em intervenções policiais equivocadas. Por “equívoco” entenda “assassinatos de inocentes”. Ao analisar sociologicamente a mortandade nas mãos da PM como forma de exclusão, o filme compartilha com o espectador um estudo minucioso sobre corrupção policial e sobre o exercício de perseverança no pleito pela Justiça. Com engenhosidade dialética, a taquicárdica edição feita por Marília Morais ajuda o trabalho de investigação de Lula e Natasha a conversar, de modo frontal, com “Notícias de uma Guerra Particular” (1999) e “Ônibus 174” (2002) – docs. essenciais para entendermos nossos desgovernos. Eis um filme que se candidata à História em sua mirada geopolítica. Um filme do desespero.

Não deixe de comentar!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Útimas de Cinema

Útimos posts