Laboratório Pop

Tribeca dá sua bênção a ‘Showgirls’

27 abr 2019 / Sem comentários / em Cinema


Rodrigo Fonseca
Definido injustamente, por anos a fio, como um dos piores filmes da História, “Showgirls”, um marco do erotismo nas telas, lançado (e achincalhado) em 1995, vai ganhar uma revisão crítica capaz de redimi-lo de sua má reputação esta noite, no Festival de Tribeca, em Nova York. “You don’t Nomi”, documentário de Jefferey McHale, é uma investigação sobre o legado maldito do repudiado longa-metragem de Paul Verhoeven e uma reflexão sobre como seu fracasso reflete a hipocrisia moral em relação ao sexo. Cerca de uma década após seui lançamento, a produção estrelada por Elizabeth Berkley, Kyle MacLachlan e Gina Gershon passou a angariar fãs e ter suas peculiaridades narrativas cultuadas. Elizabeth estrela este drama sexy na pele de Nomi, uma aspirante a dançarina que vira estrela de um show calcado em nudez.

“Não acredito em redenção, nem em heroísmo: sou um cineasta da observação, em busca de temas que geram incômodo, com interesse de retratá-los do modo mais adulto possível”, disse Verhoeven ao LabPop ao lançar “Elle”, em 2016, e passar sua obra em revista.

Seu atual projeto é “Benedetta”, com Virginie Efira, sobre uma freira do século XVII que vive uma paixão lésbica em seu convento. “É difícil filmar em Hollywood não por acreditarem que ‘Showgirls’ pôs minha carreira em xeque, mas pelo fato de faltarem bons roteiros”, disse o diretor holandês na Berlinale, onde presidiu o júri do Urso de Ouro em 2017. Ele não deve vir a Tribeca neste sábado. Mas a expectativa por “You don’t Nomi” é forte.

Esta noite, em sua programação de debates, Tribeca recebe a estrela Jennifer Lawrence e seu diretor-fetiche, David O. Russell (de “Joy” e “A trapaça”), para conversarem sobre confluências de talento. Amanhã, Coppola passa por aqui para projetar uma versão comemorativa dos 40 anos de “Apocalypse Now” (1979), diferente da que se conheceu em Cannes, quando o filme ganhou a Palma de Ouro, e distinta de sua versão “Redux”, lançada em 2001.
Nova York segue em ritmo de Tribeca até 5 de maio. O melhor filme visto por aqui, até este momento é “Crown Vic”, um policial produzido por Alec Baldwin e estrelado por Thomas Jane.

Não deixe de comentar!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Útimas de Cinema

Útimos posts