Laboratório Pop

O garimpo de Cannes ostenta suas pepitas

15 maio 2019 / Sem comentários / em Cinema


RODRIGO FONSECA
Eis uma lista de apostas para o 72. edição da maratona cinéfila da Croisette:

“Canción sin nombre”, de Melina León (Peru): Baseado em fatos reais, esta trama em P&B aborda a luta de uma jovem peruana dos anos 1980 para reaver sua bebê recém-nascida com a ajuda de um jornalista. Onde: Quinzena dos Realizadores

“Port Authority”, de Danielle Lessovitz (EUA): Martin Scorsese e Rodrigo Teixeira produzem esta história de amor sobre conflitos de gênero com foco na paixão de um jovem de NY por uma trans, o que embatuca suas certezas.Onde: Um Certain Regard

“Ceniza Negra”, de Sofía Quirós Ubeda (Costa Rica): Uma reflexão sobre a finitude se desenha na tela a partir da saga metafísica de Selva diante da descoberta de que, após a morte, apenas trocamos de pele, preservando nossa alma em corpos de lobos ou cabras. Mas alguns viram sombras. Onde: Semana da Crítica 

“Family Romance, LLC”, de Werner Herzog (EUA): O artesão alemão da loucura volta suas lentes para as tradições do Japão, narrando a aventura de um homem que vira o valete de uma criança. Onde: Séance Spéciale

A Vida Invisível de Eurídice Gumão, de Karim Aïnouz (Brasil): Livre adaptação do romance homônimo de Martha Batalha, o filme é uma produção do carioca Rodrigo Teixeira, da RT Features, com a produtora alemã The Match Factory.“É um melodrama tropical”, diz Aïnouz. Na trama, as irmãs Guida e Eurídice são cúmplices no afeto que têm uma pela outra, inseparáveis no dia a dia. Eurídice, a mais nova, é uma pianista prodígio, enquanto Guida, romântica e cheia de vida, sonha em se casar e ter uma família. Um dia, com 18 anos, Guida foge de casa com o namorado. Ao retornar grávida, seis meses depois e sozinha, o pai, um português conservador, expulsa a menina de casa. Guida e Eurídice são separadas para sempre e passam suas vidas tentando se reencontrar. As atrizes Carol Duarte e Júlia Stockler interpretam as protagonistas do elenco, que traz ainda os atores Gregório Duvivier, Barbara Santos e Maria Manoella. Fernanda Montenegro  faz participação especial. Onde: Un Certain Regard

Rocketman, de Dexter Fletcher (Reino Unido/ EUA): Nesta quinta-feira, sir Elton John vem à Croisette para conferir a pré-estreia mundial de “Rocketman”. Dirigido pelo ator Dexter Fletcher, o longa-metragem, que chega ao Brasil no dia 30 deste mês, é uma cinebiografia do músico, nos moldes do fenômeno popular “Bohemian Rhapsody”, sobre Freddie Mercury, que custou US$ 52 milhões e faturou US$ 900 milhões nas bilheterias, além de conquistar quatro Oscars. Há uma torcida por um destino similar para a produção de US$ 40 milhões que põe o britânico Taron Egerton (herói da franquia “Kingsman”) na pele de Reginald Kenneth Dwight, o nome verdadeiro de Elton. Onde: Hors-Concours

“The orphanage”, de Shahrbanoo Sadat (Afeganistão), nas fotos: A diretora do ótimo “Wolf and sheep” (2016) volta às telas narrando a luta de um órfão, fã de musicais de Bollywood, na Cabul dos anos 1980. A ida dele para um abrigo soviético é cercada de dor. Onde: Quinzena dos Realizadores

“J’ai perdu mon corps”, de Jérémy Clapin (França): A protagonista desta animação é uma… mão. Uma mãozinha que corre pelas ruas de Paris à cata do rapaz cujo corpo ela integrava. Onde:  Semana da Crítica

“Une fille facile”, de Rebecca Zlotowski (França): A realizadora do poderoso “Grand Central” (2013) aposta na crônica de um verão em que duas mulheres se redescobrem e se reinventam. O português Nuno Lopes integra o elenco. Onde: Quinzena dos Realizadores

“Sem seu sangue”, de Alice Furtado (Brasil): A realizadora do belíssimo curta “Duelo antes da noite” (2010) estreia na direção de longas-metragens abordando a relação entre uma jovem introspectiva com um adolescente hemofílico – papel que pode consagrar Juan Paiva. Onde: Quinzena dos Realizadores

Não deixe de comentar!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Útimas de Cinema

Útimos posts