Laboratório Pop

‘Sessão da Tarde’ fala ao coração com a ajuda de Hugh Grant e seu ‘Um grande garoto’

4 jul 2019 / Sem comentários / em Cinema


Rodrigo Fonseca
Escalado pela diretora dinamarquesa Susanne Bier para estrelar a série da HBO “The undoing”, ao lado de Nicole Kidman, o eterno galã do amor romântico Hugh Grant, hoje com 58 anos, invade a “Sessão da Tarde” desta quinta-feira, na telinha da Rede Globo, com uma das interpretações mais refinadas de sua carreira: o herdeiro profissional Will Freeman, de “Um grande garoto” (2002). Orçada em US$ 30 milhões, esta adaptação do romance “About a boy”, de Nick Hornby, foi indicada ao Oscar de melhor roteiro adaptado, tendo concorrido ao Globo de Ouro de Melhor Comédia e de Melhor Ator em 2003. As indicações vieram a reboque de uma bilheteria que surpreendeu exibidores: US$ 130 milhões. É um dos maiores sucessos da carreira de Grant, que volta às telonas em 2020, sob a direção de Guy Ritchie, em “The gentlemen”.

Na doce delícia que a Globo exibe às 13h58 desta tarde, após o “Jornal Hoje”, Will, roqueiro frustrado, vive dos direitos autorais de uma música natalina composta por seu pai. Avesso a trabalhar e a crescer, ele vê sua vida mudar ao travar amizade com Marcus Brewer, um garoto introvertido que tem muitos problemas em casa, com sua mãe hiponga (Toni Collette), e na escola. Marcus é vivido por Nicholas Hoult, britânico que hoje é um dos mais talentosos atores de Hollywood, visto em nosso circuito como o Fera do subestimado “X-Men: Fênix Negra”.

Em 2003, o ator Patrick Dempsey estrelou uma versão do texto de Hornby para a TV, formato telefilme. E em 2014, a NBC esboçou uma série a partir da premissa do escritor, com David Walton no papel de Will.

No Brasil, Marco Antonio Costa dublou Hugh Grant com um brilhantismo insuperável.

Não deixe de comentar!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Útimas de Cinema

Útimos posts